Como voltar a confiar em alguém? Um detetive particular pode ajudar

imagem ampliada de duas pessoas segurando o dedo mindinho um do outro com algumas plantas de fundo

Veja algumas dicas para você superar esse momento difícil

Depositar confiança em alguém é uma parte fundamental dos relacionamentos que você desenvolve com as pessoas ao seu redor. Isso acontece em diferentes graus e inclui família, amigos, colegas de trabalho, colegas de estudos e outras pessoas com quem você convive. Mas,  como voltar a confiar em alguém, se acontece algo e faz com que essa confiança seja abalada?

Pode ser difícil manter a relação e, algumas vezes, pode até atrapalhar a capacidade de confiar nas demais pessoas. Veja, a seguir, algumas dicas de como voltar a confiar em alguém.

O que é e como se constrói a confiança?

foto em preto e branco de duas pessoas próximas de mãos dadas

A confiança é uma parte importante das relações humanas, fundamental para a própria sobrevivência. Sem ela, você ia acabar andando sempre suspeitando de todo mundo e preocupado com os perigos que outras pessoas poderiam oferecer a você. 

Mas a confiança não surge automaticamente. É preciso saber como trabalhar a confiança no relacionamento e construir um ambiente propício para que ela floresça. É como um bem muito valioso. Você deixaria qualquer pessoa cuidar da sua conta bancária, casa, carro?

Apenas alguém que você considerasse que merece, certo? E é assim o processo: com o tempo, com a convivência, prestando atenção em como o outro se comporta, que você se sente confortável para permitir que alguém tenha partes dessa confiança.

Gradualmente, essa confiança pode aumentar ou diminuir, dependendo de como o outro reage.

Quais são os pilares da confiança?

Certamente você não vai confiar em todas as pessoas que você conhecer na vida. Algumas pessoas não são realmente confiáveis. Para desenvolver confiança em alguém você vai precisar de pelo menos três coisas.

Conhecer a pessoa. Pense sobre as pessoas que você confia: sua família e amigos, por exemplo, o quanto você sabe sobre eles e o quanto eles sabem sobre você? Quando você conhece bem alguém você consegue perceber com mais clareza se pode confiar nela ou não.

Ser honesto. Não se pode confiar em alguém sem honestidade recíproca. Quando você pode ser você mesmo, falar abertamente e não sentir que é julgado ao dar opiniões ou receber conselhos, você certamente vai sentir confiança.

Reciprocidade. Qualquer relação sadia precisa de equilíbrio. Isso vai exigir respeito, comprometimento, e sentimentos mútuos. Se você faz muito por alguém e ela age de forma parecida, é provável que você não vai conseguir confiar plenamente nessa pessoa.

Perdoar ou confiar? Qual a diferença?

Quando alguém te magoa a ponto de fazer você desacreditar dela, pode levar um tempo para que essas feridas cicatrizem. Durante o processo de superação, entenda a diferença entre perdoar a confiar, para que você não se machuque ainda mais.

Perdoar: É não cobrar mais alguém pelos danos causados. Inclui não voltar sempre no mesmo assunto, não culpar a pessoa nem tentar puni-la de alguma forma. Perdoar não significa que você esqueceu o que aconteceu, mas que aquela situação não te dói mais.

Confiar: é acreditar na pessoa. Quando você confia, toma como verdadeiras as palavras e as atitudes de alguém. Significa que você não suspeita que as intenções dela são ruins. Não age falsamente com ela e tem esperança que ela tenha a mesma atitude.

Como voltar a confiar em alguém? 5 dicas práticas

Independente de qual seja o seu tipo de relacionamento, é difícil aceitar o rompimento que pode ser causado pela quebra da confiança com alguém que você gosta. Se você está em uma situação como essa e quer saber como voltar a confiar, veja essas dicas.

1. Tenha autoconfiança

É normal que, quando alguém erra com você, apareçam pensamentos do tipo: “eu sou muito ingênuo! Como eu não percebi isso antes?” E outros questionamentos que podem fazer com que você se sinta culpado por não ter detectado a cilada antes. 

Por isso, a primeira coisa que você precisa fazer é se livrar do sentimento de culpa e confiar em si mesmo. Sua insegurança interfere em como você interage com outras pessoas. Estando bem com você, é mais fácil se abrir para lidar melhor com a outra pessoa.

2. Observe as atitudes

Antes de decidir se confia ou não em alguém que já te machucou no passado, preste atenção em como essa pessoa se comporta. Talvez ela não se arrependa das decisões que te prejudicaram e não mude seu comportamento. Será que vale a pena arriscar?

Se o caso foi adultério em um relacionamento amoroso, a pessoa pode ter uma compulsão por trair, o que torna mais difícil restabelecer os laços de confiança. Se certifique que você não está entrando em um ciclo que vai se repetir. 

3. Estabeleça o diálogo

Como base de qualquer relacionamento saudável, a conversa pode ajudar a esclarecer muitas coisas. Converse com a pessoa sobre as suas preocupações e tire a limpo o que pode ter restado de mal entendido. 

Seja sincero e exponha o que te chateou e sua preocupação sobre acontecer novamente. Mas lembre-se: esta deve ser uma oportunidade de melhorar a relação, então evite acusações e julgamentos desnecessários.

4. Seja confiável

Você atrai para perto de si e é atraída por pessoas parecidas com você, mesmo que de forma inconsciente. Se você não é uma pessoa confiável, a tendência é que atraia pessoas que tenham atitudes semelhantes às suas. 

Quando você não pode ser uma pessoa de confiança para alguém, é provável que você desconfie de todo mundo. Demonstre por palavras e ações que você é verdadeiro com as pessoas no geral e que, mesmo com algum episódio desagradável no passado, você está disposto a seguir em frente.

5. Saiba que falhas futuras poderão acontecer

Por mais que você tenha medo de uma nova decepção, precisa admitir que as pessoas podem cometer erros, ninguém está livre disso. Não tem como garantir que não vão pisar na bola com você novamente.

O que você pode fazer, agora que está mais atento aos sinais de perigo e do mal que pode ser causado por isso, considerar se aquele erro é relevante o suficiente para abalar essa relação novamente.  Se não for um grande problema para você, não precisa haver rompimento.

imagem com fundo branco de duas mãos segurando peças de quebra cabeça tentando encaixá-las

Como a Líder Detetives pode te ajudar?

Quando estamos muito envolvidos emocionalmente com a situação, podemos deixar passar alguns indícios de que uma pessoa não merece nossa confiança. E mesmo quando detectamos uma amizade falsa, podemos precisar de ajuda especializada para lidar com o caso.

É por isso que a Líder Detetives conta com uma equipe de profissionais qualificados e experientes. Com discrição e agilidade, eles vão te ajudar a saber se vale a pena ou não confiar novamente em uma pessoa. Dessa forma vai ser mais fácil saber como voltar a confiar em alguém e viver seus relacionamentos com mais tranquilidade. Se todo mundo merece uma segunda chance, você pode contar com a Líder Detetives para decidir com mais segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco pelo WhatsApp