Estado de Minas – Detetive é pago até para caçar escutas

Detetive Fabrício Dias

Reportagem do Portal Estado de Minas com o Detetive Fabrício Dias

Detetive Fabrício Dias

Eles são contratados por pais que querem investigar a sexualidade ou o uso de drogas pelos filhos, órgãos públicos que suspeitam de vazamento de informação de empregados, maridos e mulheres que desconfiam de traição, chefes que duvidam de licença médica dos funcionários. Infiltram-se como zeladores, eletricistas, faxineiros. Vasculham redes sociais, comunicam-se com os clientes 24 horas e até identificam escutas telefônicas e microcâmeras em salas de reunião. Essa é a rotina de quem trabalha com espionagem particular.

Leia a reportagem completa em: https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2017/07/27/interna_nacional,887063/detetive-e-pago-ate-para-cacar-escutas.shtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco pelo WhatsApp