O que um detetive particular não pode fazer

O-que-um-detetive-particular-não-pode-fazerÉ claro que você já conhece a profissão de Detetive Particular, não é verdade? Mas a grande questão que nós queremos levantar hoje é sobre o que é permitido – ou não – a este profissional realizar. Você sabe?
Sabemos que é uma profissão que envolve muitos interesses e situações perigosas e, por isso, tudo deve ser levado com bastante seriedade e isenção por parte do investigador.
Então vamos acompanhar alguns detalhes para que você conheça aquilo que o detetive não pode fazer:

1 – Porte de arma
Não é permitido ao Detetive Particular ter porte de arma de fogo. Apesar de ser uma profissão arriscada, a arma não auxilia nem facilita o desenvolvimento do trabalho, pois tudo é baseado no recolhimento de informações, na investigação e na identificação de fatos importantes.

2 – Trabalho junto com a polícia
O Detetive Particular não pode trabalhar junto com a polícia e também não tem permissão para interferir nas ações dos policiais. Pode, somente, reunir provas para serem acrescentadas ao inquérito policial.
Ele não tem poder de polícia e não pode se apresentar como um policial, pois estará incorrendo no crime de falsidade ideológica.

3 – Envolvimento com o investigado
O profissional não pode ter envolvimento emocional com o investigado, pois isso pode interferir na resolução do caso. É importante manter a isenção em todos os sentidos.

4 – Vantagens em relação aos outros
Os detetives não possuem nenhum acesso especial aos registros do governo ou da polícia, não sendo, por isso, mais importantes que os cidadãos comuns.

Fale Conosco pelo WhatsApp