Início » Investigações Detetives » Investigação de paternidade: tudo que você precisa saber

Investigação de paternidade: tudo que você precisa saber

Homem analisa documentos d einvestigação de paternidade com lupa

Se você tem interesse em contratar investigação de paternidade, é essencial que entenda informações básicas e importantes para compreender como esse serviço realmente pode te ajudar. 

Normalmente, quando uma pessoa procura o serviço de investigação de paternidade, quer saber o paradeiro de um filho, que pode ou não ter sido registrado em seu nome. Ou seja, na certidão de nascimento consta apenas o nome da mãe. 

Nesse tipo de caso, é comum ter dúvidas sobre como adicionar o nome do pai na certidão de nascimento. 

A investigação de paternidade é para justamente identificar esse filho. Quando uma criança é registrada apenas pela mãe, o cartório que realiza o registro tem a obrigação de informar o Ministério Público. 

Por sua vez, o órgão deve contatar a mãe e o possível pai, para que o reconhecimento da paternidade seja feito, de preferência de forma amistosa. 

Entretanto, podem acontecer inúmeras situações, desde a mãe não saber quem é o pai a esse pai ter falecido, desaparecido ou mesmo se recusar terminantemente a reconhecer a criança.

Mas, não é apenas o pai que pode procurar esse serviço. A mãe também. Assim como o filho que deseja o reconhecimento do pai. 

Porém, com um mundo tão grande assim, como será que é possível encontrar quem são os verdadeiros pais? É possível encontrar provas? As investigações podem ser bem sucedidas?

Vamos falar sobre todos esses assuntos e entender como a investigação de paternidade pode, sim, trazer resultados concretos. Confira! 

Importância dos Serviços de um Detetive Particular na Investigação de Paternidade

Nós sabemos que a paternidade é um assunto que mexe com muita gente. Enquanto algumas pessoas têm certeza absoluta sobre esse assunto, outras ficam com aquela pulga atrás da orelha que teima em não sair de lá.

Existem casos de pessoas que foram adotadas e desejam saber quem são seus pais biológicos, devido ao fato de essa informação jamais lhes ter sido transmitida. 

Também existem casos onde as pessoas simplesmente desconfiam do assunto, sem jamais terem tido uma conversa sobre sua paternidade.

Porém, como a pessoa não sabe quem são seus pais, então como dar alguma pista que possa ajudar a identificá-los?

Nesse momento, é importante oferecer qualquer coisa que se encontrar e que possa ajudar na investigação de paternidade. Alguns desses itens são:

  • Fotos;
  • Documentos;
  • Cartas;
  • Joias;
  • Recibos;
  • Entre outros.

Além dos itens físicos, algo que pode ajudar bastante são informações, lembranças e memórias. 

Caso a pessoa tenha alguém de confiança e que possa ter informações relevantes, essas também podem ser ouvidas pelo investigador particular.

Pode parecer que alguns fatos não tenham nenhuma ligação com o caso, mas tudo pode servir como uma pista para o detetive.

Apeto de mãos entre dois homens

Como é o processo de investigação de paternidade?

Homens e mulheres podem se beneficiar com ação de investigação de paternidade. Se você é a interessada, ou seja, é a mãe, deve procurar o Poder Judiciário com o auxílio de um advogado, e informar quem é o pai. 

Esse pai será, por sua vez, avisado por um oficial de justiça sobre o caso que você está abrindo.

É importante deixar claro que existe a lei de investigação de paternidade, que é a lei 8.560/92

Essa lei é aplicada para que seja averiguado se a alegação da mãe está correta ou não. Ou seja, se o homem que ela está dizendo que é o pai da criança realmente é o pai. 

Veja a seguir algumas informações importantes que estão relacionadas ao processo de investigação de paternidade. 

Idade

Normalmente, a mãe procura o serviço de investigação de paternidade para dar ao filho a dignidade de um sobrenome. Além disso, também quer receber os direitos legais sobre pensão alimentícia e herança, principalmente quando o filho é menor de idade.

Caso o filho seja maior de idade, ele mesmo pode abrir esse processo. Não existe nenhum limite de idade para isso. 

Até idosos podem abrir o processo de reconhecimento tardio de paternidade, caso descubram, mesmo anos depois, onde se encontram os supostos pais.

Reconhecimento de paternidade em caso de morte

E se o pai já tiver falecido, mas está em jogo herança ou qualquer outra coisa importante? É possível fazer investigação de paternidade pós morte? 

Neste caso, os familiares mais próximos do falecido podem fazer o exame de DNA, embora sob as mesmas condições que o falecido: apenas por vontade própria. O item abaixo explica melhor.

Exame de DNA

Se houver disposição de ambas as partes, o caso poderá ser solucionado rapidamente. Basta o exame de DNA. 

Esse exame é feito numa data determinada por um juiz. Caso o pai se negue a realizar o exame de DNA, essa própria recusa funciona como uma “prova” da paternidade. 

No meio jurídico, isso se chama “presunção relativa”. O juiz analisará a recusa do pai juntamente com outras provas.

Mas, quem paga o exame de DNA no caso de investigação de paternidade? 

O exame de DNA pode ser pago pelo poder público. No entanto, o tempo de espera é longo. Dito isso, o ideal, se possível, é considerar realizar o teste de forma particular. 

Nesse caso, quem pagará pelo exame é o autor do processo. Porém, caso a paternidade seja comprovada, o réu deverá ressarcir o autor. 

Veredito

Se for constatado o vínculo de paternidade, será expedido um mandado de averbação, que consiste nas informações que deverão ser incluídas no registro de nascimento da criança. 

Com esse mandado em mãos, os interessados vão ao cartório no qual foi feito o registro, para daí então as alterações serem feitas.

Com o sobrenome na certidão, o filho pode usar o sobrenome do pai normalmente, mesmo se o pai se opuser. 

O filho está assegurado pela Lei e também não perderá nenhum dos seus direitos, principalmente no caso da família atual e demais filhos se opuserem.

Veredito em caso de morte

Se o veredito acontecer depois da morte do pai, o filho recém-reconhecido pode ainda assim abrir um processo para que a partilha da herança seja refeita.

Quanto Custa Uma Investigação de Paternidade?

Muita gente leva apenas o preço do serviço em consideração na hora de escolher um investigador particular. Por isso, muita gente opta por aqueles que cobram mais barato, o que não é uma decisão sábia.

É claro que saber quanto custa um detetive particular é importante para se programar e entender melhor sobre o serviço. 

No entanto, junto a isso devem ser levantadas várias outras informações sobre o profissional, como seu tempo de experiência e os casos que já foram resolvidos, por exemplo. 

Com todas essas informações, fica mais fácil entender como funciona uma investigação de paternidade e como ela é importante para quem a contrata. 

Assim, será possível ter expectativas mais realistas e conseguir descobrir essa informação tão valiosa, que pode fazer a vida mudar para sempre. 

Primeiro de tudo, é preciso que seja contratado o serviço de investigação particular, que deve ser prestado por um detetive particular profissional. 

Se alguém sem os conhecimentos necessários tentar resolver esse quebra-cabeças sozinho, então as chances de que o processo dê certo serão irrisórias.

Saber como atua o detetive particular não é algo que possa ser aprendido ao assistir a filmes e séries, por exemplo. 

Essas produções geralmente são muito fantasiosas e não mostram a forma real com a qual um investigador particular atua, o que consequentemente pode enganar os desavisados.

Para entender melhor como um detetive particular atua, basta pensar em outras profissões. 

Você não confia sua saúde a qualquer pessoa, a não ser um médico, bem como também não delega o projeto da sua casa a qualquer um, e sim a um engenheiro civil.

Da mesma forma, as investigações devem ficar a cargo de um detetive particular completamente confiável, que passou por vários treinamentos em sua carreira para que saiba a melhor forma de resolver um problema tão sério como a investigação de paternidade.

Portanto, a melhor forma de saber quanto vai custar o serviço é entrando em contato com um  detetive particular para explicar qual é a sua necessidade.

É arriscado contratar alguém que não seja um detetive?

Já comentamos brevemente sobre isso no tópico anterior, mas vale a pena reforçar: sem sombra de dúvidas é arriscado contratar alguém que não seja um detetive! O risco trazido por essa decisão é muito grande, devido a vários fatores.

Primeiramente, pagar por um serviço para alguém que não seja capaz de realizá-lo é uma péssima decisão. A pessoa receberá o dinheiro e simplesmente não poderá atender o cliente a contento.

Porém, a situação de investigação de paternidade envolve muito mais do que uma quantia em dinheiro: ela influencia diretamente na saúde psicológica e emocional de quem procurou pelo serviço.

Imagine a seguinte situação: alguém contrata um serviço de investigação particular para descobrir quem são seus pais biológicos. 

Passados alguns meses, chega-se a uma conclusão, que é apresentada para a pessoa que contratou o serviço, mas depois do encontro com os supostos pais, descobre-se que tudo não passou de um engano.

Além de todo o dinheiro que foi investido, o psicológico da pessoa ficará tão abalado que ela pode ter sua vida destruída, ou então seriamente prejudicada.

Por isso, apenas um detetive particular profissional e experiente deve ser contratado, já que o risco não vale a pena, de forma alguma. 

O passo a passo para ser um detetive profissional é bem complicado, e tudo isso deve ser considerado na hora da escolha.

Como um investigador profissional pode ajudar numa investigação de paternidade?

Falamos sempre de discrição em nossos artigos. Assim como de imparcialidade. 

O investigador – ou detetive particular – é um profissional capacitado para auxiliar em casos complexos como esse, de paternidade, porque oferece suporte para reunir mais provas legítimas, sem antes tornar pública uma situação. Por quê?

Porque há pessoas que precisam desse sigilo uma vez que, por exemplo, já possui um cônjuge ou outros filhos; entre outras situações que merecem um cuidado: pessoas públicas, pessoas que são alvos fáceis de extorsão – em resumo: quem tem algo a perder.

Então, antes de uma solicitação simples de um exame de DNA, o detetive prepara o caminho com informações e provas importantes.

Se o caso é o contrário, de um filho que deseja saber quem é seu pai, a atuação de um detetive particular é ainda mais eficaz, uma vez que o investigador possui meios de busca que uma pessoa comum não possui. 

Agora que você já sabe o processo, deseja começar a sua investigação de paternidade agora? A Líder Detetives irá te auxiliar!

Entre em contato e agende um horário que explicaremos tudo sobre investigação de paternidade e como ela poderá ser aplicada ao seu caso!

Banner de Contato - Lider Detetives
Diretoria Líder

Diretoria Líder

A Diretoria Líder é responsável por uma empresa especializada em serviços de Investigação Particular, com mais de 20 anos de história. Possuímos a melhor equipe de detetives particulares de São Paulo e atendemos todo o território brasileiro para solucionar os mais diversos casos de investigação.

Fale Conosco pelo WhatsApp