Compartilhe

São inúmeros os filmes que tratam de infidelidade. Entre eles, há outros tantos que envolvem um detetive particular. Quem desconfia de uma traição muitas vezes não tem coragem de juntar indícios e dar o flagrante. Ou será o contrário? É preciso coragem para contratar um detetive de investigação conjugal e ir até o fim na invasão da privacidade de alguém que se ama.

Seja como for, esse tipo de investigação é um serviço sólido há décadas e na era tecnológica possui inúmeras garantias de resultado – para o bem e para o mal. Se você anda desconfiado de seu companheiro ou companheira, talvez seja mesmo a hora de contratar um excelente profissional de investigação conjugal. Por quê?

Motivos para acionar um investigação conjugal

Primeiro, pelos processos psicológicos pelos quais o suposto traído passa e para uma investigação conjugal ser bem-sucedida não é algo bom. Em casos de descompasso emocional excessivo, o traído acaba “perdendo a razão”. Por isso uma pessoa com olhar neutro é imprescindível. Os conflitos que gera uma suspeita de infidelidade acabam por confundir as percepções e é importante uma leitura imparcial. O que leva ao segundo principal motivo.

Porque um profissional sabe como chegar ao veredito em relativo curto espaço de tempo e de maneira eficiente, ele sabe como reunir provas para futuros processos judiciais, não deixando nenhuma dúvida das suspeitas do cliente. Dependendo do que está em jogo no casamento, essas provas são importantíssimas.

A dissolução de um relacionamento

Ainda que vivamos em tempos mais livres, a dissolução de um casamento, por causa de traição, causa duros danos emocionais e às vezes financeiros. Envolve filhos, familiares e até possíveis sociedades profissionais. É por isso que o serviço de investigação conjugal feito por um detetive particular sério tem crescido cada vez mais. Quem se sente lesado vai fazer de tudo para amenizar os danos sofridos.

É por isso que de todos os tipos de investigação que há, o de suspeita de infidelidade é o mais procurado. Danos afetivos costumam ser muito difíceis de lidar e numa guerra de emoções machucadas quem consegue manter a mente calma ganha mais.

Em geral, são mulheres que desconfiam de seus companheiros e por isso contratam um detetive particular. Mas, claro, não há regra e nem proibições.

Como solicitar uma investigação conjugal?

O primeiro passo então é escolher um bom detetive particular. Como saber quem é bom em um mercado em que também há charlatões? Se não for por indicação confiável, que seja pelo histórico da empresa de investigação. Marque uma consulta e conserve com o próprio responsável. Verifique o nível de descrição do profissional e quais as garantias de sigilo que ele oferece.

Depois que o suspeito conta detalhes de suas desconfianças e o serviço é fechado, o detetive começa a investigação conjugal acompanhando a rotina do suposto traidor. É importante, nessa fase, que o cliente siga os conselhos do detetive a fim de não levantar suspeitas.

É preciso sangue frio? Sim, mas é importante confiar em quem tem expertise. A ideia é que o cliente coopere com o detetive, inclusive permitindo mais liberdade para o suspeito, para que o caso seja solucionado rapidamente.

Como atua um investigador conjugal?

Antes de sair às ruas, o detetive mapeia os principais lugares frequentados pelo suspeito: trabalho, locais de lazer rotineiros, casa de parentes e amigos chegados, tudo para conhecer melhor a rotina do investigado.

O detetive particular vai seguir, filmar e fotografar o suposto traidor. Ligações telefônicas e escutas podem ser usadas, se necessário. Os detetives acompanham o suspeito de carro, moto, a pé ou até se infiltrando em grupos onde o suspeito está. Tudo vai depender do caso. O cliente acompanha tudo via relatórios ou conversas com o detetive. Isso também varia de detetive para detetive e é importante acordar antes.

Naturalmente, depois de um tempo, o investigador conjugal vai chegar à solução do caso. Seja qual for o resultado, se traiu ou não traiu, tudo o que foi coletado durante a investigação será entregue ao cliente. A decisão de estar junto na hora do flagrante deve ser combinada com o detetive. O pagamento deve ser realizado independentemente do resultado: mesmo que haja comprovação de não traição, o serviço foi realizado.

Se você está procurando um serviço de investigação conjugal sério e discreto, entre em contato conosco e agende uma consulta. Temos todos os meios de atendê-lo e garantimos a solução de suas suspeitas com total segurança, sigilo e precisão.