UOL

Fomos entrevistados pelo UOL para uma matéria sobre as novas tecnologias utilizadas em investigações.
“Eu sou da época em que os gravadores eram com fita cassete. A gente tinha uma limitação grande para colher informações”, afirma Fabrício Dias, 38, fundador da agência de investigações Líder Detetives, que atua no ramo há quase 20 anos.. Confira na íntegra!

Matéria da UOL em que abordamos novas tecnologias nas investigações

Uma resposta

  1. GOSTARIA DE SABER QUANTO FICA UMA INVESTIGAÇÃO DE RELACIONAMENTO , POIS HÁ ANOS TENHO UMA DESCONFIANÇA QUASE QUE EVIDENTE , MAS GOSTARIA DE DOCUMENTA LA .GRATA .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco pelo WhatsApp