Nem só de investigação conjugal sobrevive um detetive particular. Ele também pode tornar uma causa judicial favorável ao seu cliente.

 

O campo de atuação dos detetives é tão abrangente que muitas vezes você pode se surpreender com tudo o que ele é capaz de fazer. Por isso, guarde essa informação: se você estiver envolvido em uma disputa judicial e quer garantir que vai sair dessa vitorioso, contrate esse profissional para ajudar.

A disputa judicial ou litígio acontece quando há discordância entre as partes envolvidas em uma ação. Quando uma demanda é colocada em juízo e o autor da ação entra com um pedido, o réu pode contestá-lo. Na maioria das vezes, o litígio está relacionado a um conflito de interesses, como em casos de divórcio.

Imagine a seguinte situação: um casal acaba de decidir pela separação. Eles precisam resolver questões como a guarda das crianças, pensão e a divisão de bens. Se o casal não chegar em um acordo no decorrer da ação, um juiz assume o caso para dar uma decisão judicial baseada na análise dos fatos e provas que ele tem à disposição.

Nesse exemplo, são vários os fatores que poderiam complicar as decisões dos envolvidos. A mãe pode julgar que o pai não é uma boa influência para a criança, o homem pode se recusar a pagar uma pensão de valor elevado para a família ou ambos podem não estar de acordo em relação a divisão dos imóveis.

Para ajudar a resolver esse impasse, o detetive particular vai realizar uma investigação judicial do caso. Ou seja, ele vai recolher provas, que variam desde boletins de ocorrência registrado pela ex-mulher, holerite do ex-marido, recibos e notas fiscais até imagens que comprovam, por exemplo, que o pai é agressivo com os filhos.

 

Detetive na área jurídicaMuitas vezes, o advogado que está cuidando do caso sugere para o cliente a contratação de um detetive para auxiliar. Como em conflitos desse tipo o advogado já sabe que o outro lado também tem pontos a favor, o resultado do trabalho de um detetive pode ser o que vai definir a causa.

Há muitas formas em que o detetive particular pode auxiliar e cada caso é um caso, então ele vai precisar analisar a situação para saber exatamente o que vale a pena ser averiguado e o que deve ser deixado de lado, pois pode ser negativo para o cliente. Quanto mais você detalhar a situação e disponibilizar documentos que comprovam o seu lado da história, mais fácil será para o profissional preparar um arsenal completo para que o juiz possa avaliar.

Entretanto, lembre-se que apenas as provas conseguidas de forma lícita serão aceitas! Um bom detetive, entretanto, é capaz de ajudar em muito mais do que em decisões relacionadas ao fim de um casamento. Saiba quando você pode contar com ele para ter um ganho de causa no tribunal:

 

Processos Trabalhistas

Esses investigadores costumam ser muito requisitados por empresas que sofrem com processos trabalhistas. Nesse caso, o detetive pode auxiliar levantando provas que façam a acusação perder relevância, como histórico das faltas do trabalhador, análise de contratos de trabalho, rastreio da rotina do funcionário envolvido e outras ações pertinentes e favoráveis à empresa que o contratou.

 

Áreas em Litígio

Quer dizer que as partes não estão concordando em relação à posse ou à destinação de um determinado território. Os casos vão desde famílias que discordam sobre a venda da casa após a morte dos pais e sócios que decidem mudar o foco dos negócios até disputas motivadas pela ocupação de imóveis rurais pelos “sem-terra”.

 

Direito do Consumidor

O detetive pode auxiliar também com a obtenção de indenizações relacionadas à má qualidade de um serviço ou produto, aos danos após o uso de bens ou serviços e ao não cumprimento do prazo de garantia, por exemplo. Para isso, será preciso levantar o histórico de casos similares, obter documentos médicos e muitas outras informações que possam dar o ganho de causa ao consumidor ou ao fabricante/prestador de serviço.